acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

terça-feira, 20 de julho de 2010

VIOLÃO SORRIDENTE

Nos meu olhos eu coloquei asas
e joguei no céu p'ra te espiar
fui tão longe mas tão longe
que só no mundo dos tristes
entendi o que é o Amar

Mas, meu violão sorridente 'inda resiste
coloquei voz nas asas das borboletas
que aos teus ouvidos espalham cores
que dizem sem fim o quanto te amo, e busco
nas ruas as sombras do meu chamar-te mais louco

Eu subirei os degraus das estrelas
depositando as rosas do meu amor por ti
no altar que te levantei na lua,
p'ra que as noites te soprem inteira
o querer mais dos meus pedidos

e se cubro a nudez selvagem
com os vagalumes e as estrelas
que desenham a lenda pela lua no lago
é que despedi o passado dizendo adeus ao trem
e faço do amor a só maneira do te entender

p'ra ser meu bem