acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

quarta-feira, 11 de maio de 2011

CORAÇÃO AFLITO


Anjo todo belo
contemplando
o amor em caos

o que resta dizer
ao teu coração
aflito?

absoluto
ao teu amor
me rito

pelo real
o sonho vindo
eu fito

o amor eterno
encarna chama
e o solo treme

querendo-te levito
ao teu chamado
e o corpo freme

a fêmea só interessa
vinda da flor a mulher
uma saudade só você

Licença Creative Commons
CORAÇÃO AFLITO de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.poesiasonline.com/amor/coracao-aflito.html.

O TEU AMOR


O teu Amor
é o amor mais vero
o Amor que é certo
o único Amor
que eu quero

O teu Amor
é inteiro
o Amor
todo vindeiro
o Amor
que só eu beiro

O teu Amor
é o meu Amor
o teu Amor
é sempre
o meu cedo

Licença Creative Commons
O TEU AMOR de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.poemasdeamor.com.br/poemas/poema.aspx?id=50681.

NOME DESENHADO


Dê-me a doce salvação do teu Amor,
venha comigo, eu preciso de você,
pela tua alma deixo do lado do longe
o silêncio, eu vejo na tua aura o anjo do perdão

Venha, meu amor, a estrada é uma trilha de fogo,
subamos pelos raios do luar, ao nosso Amor
é permitida coragem além do limite,
esqueça o mundo lá fora, eu cuido do teu sonho

Oh, linda como a saudade cultivada, aonde eu for
você é a Rainha por isso a salvação é tão doce,
minha única vontade é te fazer amada, tenho no fervor
o teu nome desenhado no sexo, na minha oração só cabe você

Dê-me a doce salvação do teu Amor,
subamos pelos raios do luar, linda
como uma saudade cultivada,
você é a Rainha por isso a salvação é tão doce

Licença Creative Commons
NOME DESENHADO de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.poesiasonline.com/amor/nome-desenhado.html.

TUA BELEZA DÁ SENTIDO ao CÉU


O mar se entrega
à tua Altivez,
e a distância é uma sinfonia
feita de profundidade e oração,
o mar deixa de ser bicho
e se estende ao teu passar
esplêndido.

Por Você, o Universo
espalha os Anjos
lanterneando golfinhos
e a tua Beleza dá sentido ao céu
que na minha saudade é alma:
o Amor só é Amor porque aprende
a divindar Você

Licença Creative Commons
TUA BELEZA DÁ SENTIDO ao CÉU de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://sitedepoesias.com/poesias/70930.

O AMOR ACONTECE


De tanto anseio me percebi ausente
o amor acontece todo repente
a minha vontade é de viver teu ventre

De tudo eu creio e me fiz avante
o amor anoitece mais demente
a minha verdade - desperfil de frente

Eu não faço aposta, meu amor,
tudo o que sou é uma ideia mutante
se dos meus versos há quem gosta,
pouco importa, o que busco
é mais que te ser amante,
o que busco é o lusco - derrubada a porta,
o que pego é a crina do demônio incerto
na hora exata do te libertar p'ra mim

De tanto manejo o meu sexo é alerto
o amor acontece puro fogo fero
a minha vaidade é servir teu cetro

De tanto desejo me conheci vidente
o amor anoitece mais querente
a minha viagem - fantasma a gente

Licença Creative Commons
O AMOR ACONTECE de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://sitedepoesias.com/poesias/71140.

BANDOLIM do TEU AMOR


Quando anoitece
eu penduro no céu
a estrela do meu único amor
que é só você

A saudade que domina
é sempre maior
porque não sei sentir
de maneira disfarçada

A verdade do amor
é sempre escancarada,
eu sei amar apenas
declarando em público

o que há no coração

Quando anoitece
eu olho no céu
o teu sorriso
tracejando o luar

A saudade que ponteia
o violão da minha alma
é um porquê do sentir mais
o amor mais declarado

A saudade que te devoto
é tão bem manifestada
que no meu telhado
há um anjo de bandolim

do teu amor fazendo a guarda


Licença Creative Commons
BANDOLIM do TEU AMOR de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.orkut.com/CommMsgs?cmm=1146133&tid=5430665251637895898.

SEI que AMO


Eu te amo
desde antes
do Tempo
virar Tempo
quando nenhum anjo tinha
a incumbência de iluminar o céu
com o rosto de estrela
e eu te amo
ainda muito depois
do tempo cair no solo feito pano rasgado
e os jardins que dão frutos sumarentos
por causa do teu sorriso de deleites
levantarem no sol o sexo da aurora
pelo nome teu
mas sei que amo
sempre mais
infinitamente mais
agora
Licença Creative Commons
SEI que AMO de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.poemasdeamor.com.br/poemas/poema.aspx?id=50526.