acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

domingo, 24 de julho de 2011

MEU CORAÇÃO É uma ESPADA


Olho a cidade da minha varanda
e o caos parece um bicho bonito,
nem reza de padre velho adianta,
na mão afago o pássaro de coração aflito
e desperta a pergunta: eu morri dos sonhos de menino,
o que resta se eu vivo apenas no desatino?

Carros falam a mesma linguagem dos corpos malhados,
não, eu não sou contra o conforto e a beleza,
vivo o Amor nas fantasias mais loucas porque o estado
da insensatez recupera mais do que o brio a certeza:
a revolta é uma conquista na alma do sábio,
o imbecil prefere se corromper mudando o vestuário

É hora de ser extraterreno - como escutar gente drogada
e ladrões de infância? como acreditar na fada
se a magia é desordem e gargalha o embuste?
sombras no muro antecipam o fim, não se assuste,
de cavalo branco seriamos presas fáceis,
pelo submundo encontramos solidariedade e pão com os miseráveis
´
Muito além dos bancos e dos impérios - a dúvida:
qual o enigma no traçado do sorriso chinês?
prefiro a companhia do louco e do ladrão à morte súbita
de uma religião que promete em nome de um deus que nunca aparece, leis
não explicam ao meu filho porque não é possível ser maior do que o sonho,
por isso grafito no muro burguês: atender ao limite é tristonho

Porque o meu coração é uma espada com asas,
e a manhã do meu galope heróico é bater na porta
da mulher que eu amo mais do que a mim mesmo
e dizer: não preciso de rima p'ra ser teu poeta
porque é o meu Amor tão imenso que as estruturas
são pobres perto de tanto sentimento: meu Amor é louco, é além

deixo do lado de fora: capitalismo tardio, partidos, jornais sônicos,
tudo o que interesa é fazer amor bebericando vinho na frente da lareira,
o resto é idiônico!

Licença Creative Commons
MEU CORAÇÃO É uma ESPADA de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://sitedepoesias.com/poesias/74856.

SE ME PERGUNTO QUEM SOU


Passam por mim carros, mas a ventania se faz dentro de mim.
Existe gente nas praças iluminadas, mas a lua sobe
apenas aonde estou mais só, como a música que nunca escutei
só faz sentido falando teu nome se me pergunto quem sou

Há passos molhados na calçada, mas a chuva despeja histórias
apenas na minha alma cabisbaixa, aonde quer que os mares
cheguem o horizonte arredonda a saudade, unicamente,
porque te Amo além da sanidade e da explicação

Aonde há sombras, salto muros e quebro janelas,
porque é o teu Amor que me ensina a liberdade,
e se ouso levantar a cabeça e dizer o que é louco e incerto,
é porque a Verdade é uma vinda que o Amor impõe ao mundo

Eu venho apenas quando a noite permite ao mito
tomar o assento da dúvida, e se ainda assim
piso nas flores esquecidas, é que deixo no peito
a chama acesa p'ra que só o Amor por Ti

mantenha vivo o homem que sonhei

Licença Creative Commons
O AMOR IMPÕE ao MUNDO de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.poesiasonline.com/amor/o-amor-impoe-ao-mundo.html.