acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

MENESTREL BÊBADO


Eu tenho um deleite faiscante de luxúria: Você.

Eu vivo por Você, faço coisas das quais me surpreendo,
tenho ciúmes loucos porque mudos,
eu viro adolescente e faço a idade da eternidade,
sou capaz de todas as proezas por Você,
só Você importa, só em Você posso existir,
convincente na presença.

Eu passo as horas na frente da sua foto,
toda Vida se curva aos seus olhos,
todos os castelos ostentam a bandeira do sorriso
que nos lábios seus é a Autoridade da Delícia.

Você é tão amada por mim, p'ra que o mar
se eu colho no frescor do sexo que em Você é o ritual
que estende a Aura numa festa de chamas e cor
até o olhar de entrega majestosa,
frutos ecoantes dos vendavais do pecado,
e minha alma salta fora como um menestrel bêbado do seu Amor.

Você é a Criança da minha Ousadia,
em Você toda a perversão é ordem e religião tribal.

Amo Você como nunca amei a mim
e entrego o Anjo do meu Ser no Amor carnal
que planto no seu ventre até virar
apenas a fúria no olhar de deusa
Licença Creative Commons
MENESTREL BÊBADO de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.