acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

sábado, 13 de outubro de 2012

MANCEBO

Procuro outra praia, um passeio solitário, 
no qual o motor acelerado bata no meu peito 
uma história menos mentirosa, e de mediocridade controlada.

Vagueio no dorso de um cavalo 
que me leva desde a origem nunca escrita. 

O que é resto, o que não serve mais, 
deixo pendurado no mancebo, 
no quarto que um dia pensei habitar, 
mas enxerguei como uma lenda sem coletividade. 

É hora de penetrar a madrugada, 
e desaparecer, sorrindo a aventura do nunca ser



https://plus.google.com/100503802688690213996


<a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/deed.pt_BR"><img alt="Licença Creative Commons" style="border-width:0" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nd/3.0/88x31.png" /></a><br /><span xmlns:dct="http://purl.org/dc/terms/" property="dct:title">MANCEBO</span> de <a xmlns:cc="http://creativecommons.org/ns#" href="http://ericoalvim.blogspot.com.br/" property="cc:attributionName" rel="cc:attributionURL">ERICO ALVIM</a> é licenciado sob uma <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/deed.pt_BR">Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Não Adaptada</a>.<br />Baseado no trabalho em <a xmlns:dct="http://purl.org/dc/terms/" href="http://ericoalvim.blogspot.com.br/2012/10/mancebo_13.html" rel="dct:source">http://ericoalvim.blogspot.com.br/2012/10/mancebo_13.html</a>.