acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

terça-feira, 3 de junho de 2014

QUANDO DEITEI A CABEÇA NO SEU COLO

Houve um tempo que coube em nós dois
tempestades de areia trouxeram sangrados arrebóis
ave da morte piou  nas cinzas do que o meu sexo foi
você desapareceu no silêncio que fez sono depois

Não sou boto mas você é fada
que traz borboletas no olhar
inútil é a vontade quando a carne é nada
nossa verdade é encontrada n'um só lugar

Coragem é a jeito de conquistar você a cada manhã
viver a dois responde o que nenhuma carta ousou
caminhos têm lógica independente da justiça sã
mas quando deitei a cabeça no seu colo aproveitei o sol

Certamente histórias enchem o saco
quando atitude é o que prolifera
na riqueza que destaco
pela sua vinda ser tudo que me dera


https://plus.google.com/100503802688690213996

Nenhum comentário:

Postar um comentário