acompanhar

Google+ Followers

Loading...

BENVINDANÇAS

bem vindo ao tempo em que centopeia era carro de guerreiros/
bem vindo ao castelo do último vampiro associado ao último dos dragões/
bem vindo ao amor do amor amado na chama louca dos compassos sussurrados pelo deus dos relâmpagos clamados/

bem vindo à torre em que o pirata espreita o sono povoado da princesa, sabendo: conto de fadas é armadilha e só o otário espera compreensão/
bem vindo, sobretudo, à terra de uma política tão incorreta, que dizer o que pensa é obrigatório na luta pela vida que mantém a cabeça no pescoço

Total de visualizações de página

Postagens populares

Postagens populares

Follow by Email

Translate

Google+ Badge

segunda-feira, 9 de maio de 2011

AMOR TÃO GRANDE


Eu preciso muito dizer
coisas que fazem você
viver em mim

Eu preciso muito dizer
do amor tão grande
que eu quero
dividir no teu sim

Eu tenho tudo a dizer
tão verdadeiro
quanto o amor
que eu quero ouvir de você

Eu mudei meu jeito de andar
só p'ra chegar em você
despertar é um saber o que há
na saudade deixada de te ser

Eu preciso muito dizer
coisas que o amor
faz de você em mim

amor tão grande
só existe
porque você
me ensina a viver


Licença Creative Commons
AMOR TÃO GRANDE de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/2960286.

ESPELHOS & PECADOS


Você vem, e o meu olhar vira uma Usina Sonhora: a minha alma um pássaro chamado Amor, porque a minha voz existe p'ra entoar o nome teu.

Eu quero um navio: teu rosto a bandeira, teu perfume o vento no qual eu danço embriagado de uma lucidez cuja brasa é a tua saudade gravada no horizonte.

Eu te amo porque a viagem é a subida pelo abismo em que cada estrela é um gesto teu vestido de anjo, quando chegar aonde o céu é uma espiral de fogo, meu cavalo sairá do desejo com armadura de espelhos e pecados, e apenas o teu amor mostra os olhos quando a batalha é deixada no passado
e só por você carrego o orgulho de viver
depois de arrancar das mãos o que denunciava queda,
porque minha história começa quando encontrei teu amor




Licença Creative Commons
ESPELHOS & PECADOS de ERIKO ALVYM é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at erikoalvym.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/2960285.